Berçário Educriarte

     

    BERÇÁRIO 

     

    O Berçário Educriarte, nasceu com o objetivo de levar o que há de melhor neste segmento para o conforto, segurança, higiene, entretenimento com estímulos necessários aos bebês além de muito carinho num ambiente tranquilo e adequado, assegurando assim a saúde de cada criança, atendendo prontamente aos anseios dos pais que precisam trabalhar durante o horário normal de expediente, reduzindo os custos que muitas famílias possuem com babás e/ou empregadas que cuidam da criançadurante o período oposto ao da escola ou horário de trabalho dos pais e otimizando o desenvolvimento das habilidades das crianças.

    Sabemos que a fase em que o bebê mais se desenvolve é de 0 a 3 anos. É através do brincar que as crianças aprendem, principalmente na 1ª infância. Não queremos ser apenas mais um berçário, daí oferecer atividades, experiências e desafios ideais para cada estágio de desenvolvimento, respeitando o ritmo de cada criança, afinal de contas “Educação vem de berço!”

    O Berçário conta com uma rotina pré-estabelecida sempre respeitando a individualidade de cada bebê. Os berçários são divididos por idade o que facilita a adaptação e aceitação da criança ao novo ambiente e às atividades de estimulação diária direcionada a cada faixa etária. 

    Faixa Etária atendida: Crianças de 05 meses a 03 anos.

    Berçário I - 05 meses a 1 ano e 02 meses

    Para que esta 1ª experiência seja prazerosa e significativa, asseguramos um espaço carinhosamente preparado com uma gama de atividades diversificadas para os bebês;

    Berçário II – 1 ano e 2 meses a 3 anos 

    Como nesta fase as crianças já andam e possuem maior desenvoltura, o espaço do brincar é mais amplo e conta com outros brinquedos adequados à idade e desenvolvimento cognitivo, além de centros de interesse para estimular ainda mais o raciocínio e a coordenação motora.

     

    Equipe: composta por diversos profissionais: pedagoga, nutricionista, cozinheira e auxiliares

     

    Estrutura do Berçário:

    Recepção: Atendimento a família e apoio as crianças.

    Com um cantinho da amamentação: Mamães que ainda amamentam seus bebês possuem um cantinho especial, reservado especialmente para esse momento de amor, carinho e troca de olhares em uma poltrona confortável e ambiente agradável.

    Os demais ambientes estão divididos de forma a atender as necessidades individuais das crianças de acordo com sua faixa etária e interesse.

     

    Dormitórios: Os quartos são aconchegantes e tranquilos; para os bebês são dotados de mini camas e cadeirinhas do soninho, sempre supervisionados pelas berçaristas. Cada criança pode dispor de seus paninhos e brinquedinhos individuais, o que permite que ela se sinta familiarizada e calma.

     

    Banheiro: Adaptado às crianças. O Banho é dado com os pertences individuais de cada criança em banheira higienizada a cada banho ou em ducha de acordo com a idade. Podendo ser de 1 a 2 banhos por dia ou quantos se fizerem necessários.

     

    Fraldário: Local onde se faz a higienização dos bebês.  É sempre esterilizado, desinfectado a cada troca de fraldas. Os produtos usados para a higiene da criança são individuais e de responsabilidade dos pais.

     

    Cozinha/Lactário: Lugar onde são preparadas as refeições e lanches com  a máxima higiene e cuidados.

     

    Refeitório: Lugar onde são oferecidas as refeições ou lanches. Bebês que já possuem firmeza no tronco e já conseguem sentar-se, alimentam-se em confortável mesinha, os demais no bebê conforto.

    O Cardápio balanceado é elaborado por nutricionista e a alimentação é cuidadosamente preparada na creche com alimentos frescos e sadios que são adquiridos de fornecedores de primeiríssima qualidade e entregues semanalmente.

    Quando necessário fazemos alterações individuais na alimentação de acordo com orientações do pediatra ou pais da criança. Quando solicitado algum alimento específico, exemplo leite de soja, o mesmo deverá ser fornecido pelos responsáveis e reposto sempre que necessário.

     

    Sala de estimulação: Com piso macio, diversos ginásios infantis, brinquedos cuidadosamente escolhidos para propiciar diversão e aprendizado; espelho para o reconhecimento de si, das possibilidades de seu corpo, das relações com os objetos e do espaço para desenvolver adequadamente as funções cognitivas, sociais e motoras.

    A partir da descoberta de seu corpo é que o bebê tenta aperfeiçoar seus movimentos, a fim de usar o seu corpo para se sentir livre e agir com autonomia.

     

    Pátio aberto: Para brincadeiras livres com motoca, carrinhos, bolas, escorregas e túnel com piscina de bolinhas e para andar e correr livremente.

     

    Playground: Hoje em dia, o número de crianças alérgicas vem aumentando cada vez mais, pensando nisto o Educriarte Baby implantou um parque com grama sintética e brinquedos de plástico, fáceis de higienizar e desinfectar.

     

    Brinquedoteca: Para desenvolver a percepção e a coordenação com jogos de encaixe: Guardar objetos em diferentes tamanhos de caixas e outros. Empilhar objetos (até 3 peças); jogos e brincadeiras que estimulem ações como: abrir, fechar, puxar e empurrar; brinquedos que estimulem a imitação de sons de animais de instrumentos musicais etc.

     

    Sala de psicomotricidade: Para desenvolver os grandes músculos e a consciência corporal com atividades que estimulam a criança a arrastar, engatinhar, pular, saltar, subir, descer, passar por cima ou por baixo de algum obstáculo.

     

    Sala múltipla função (musicalização, vídeo, contação de histórias e artes)

     

    Espaço das artes: Para desenvolver a capacidade de expressão gráfica (desenhar e pintar). A produção é de forma espontânea e seu entusiasmo em produzi-las é grande pelo fato de a criança escolher o que pretende realizar.

    Por meio das garatujas, a criança desenvolve e aperfeiçoa os seus traçados e o seu raciocínio lógico.

     

    Cantinho da leitura: Manuseando livros infantis, a criança acaba por assimilar o gosto pela leitura, fazendo de conta que está lendo e vivenciando o mundo dos personagens.

     

    Mini vila kids - Espaço multiuso com diversos centros de interesse, tais como:

    Espaço do lar e mini comércios: Com alguns móveis em escala menor, alémde prestar à recreação, esse espaço proporciona à criança a desenvoltura ao dramatizar espontaneamente o cotidiano e também de elaborar textos orais sobre o que estão fazendo.  Ao brincar de faz de conta, a criança representa diferentes papéis (papai, mamãe, filhinho, professora, veterinário, mecânico etc.), momento este onde reelabora sentimentos e emoções, resolvendo conflitos internos mantendo seu equilíbrio afetivo e intelectual.

    Pista de trânsito: As crianças, percorrem o circuito composto com algumas sinalizações como por exemplo, faixas de pedestres etc., imitando situações reais no trânsito de carrinho e velotrol proporcionando aos nossos pequenos a vivência e aprendizagem para um trânsito mais humano.

    Mini Auditório Castelo: Espaço multiuso para trocar experiências nas brincadeiras de faz de conta, teatro de fantoches, favorecendo a criatividade e a atividade física, o desenvolvimento neuropsicomotor

     

    Horário de funcionamento:

    Parcial - Permanência de 07:15 às 12:45 ou de 13:15 às 18:45 e

    Integral - Permanência de 07:15 às 18:45.

    *** Tolerância de 15 minutos na saída.

    ***Um de nossos diferenciais: Horário flexível de acordo com a necessidade da família (Semi integral).

     

    Alimentação:

    No Educriarte Baby o Cardápio é elaborado  pela nutricionista, sendo assim é balanceado, diversificado e agradável ao paladar de nossas crianças, para que criem bons hábitos que se estenderam por toda sua vida. O Cardápio é passivel de pequenas alterações em relação aos insumos disponiveis no mercado. No Parcial é servido 01 Lanche e 01 Refeição e no Integral, 02 Lanches e 02 Refeições que acontecem em horários especificos para melhor rotina de nossas crianças. 

    Os responsáveis deverão fornecer os alimentos em substituição aos fornecidos pela creche para a criança de sua responsabilidade caso esta apresente necessidades médicas especificas na restrição de alguma alimentação por curto ou longo período, tais como leite, acúcar, glutem e outros.

     

    Higiene:

    O banho é dado em local apropriado sempre que necessário e usando os pertences da criança. (Não utilizamos pertences de uma criança em outra). No Parcial, é oferecido 01 Banho (no berçário) e no Integral, 02 Banhos (no berçário) ou mais sempre que necessário.

     

    Atividades trabalhadas no Berçário:

    Leitura de historinhas (livros e gravuras)

    Atividades para aprimoramento da audição e associação - música com gestos;

    Atividades para o desenvolvimento das bases para a futura comunicação oral - brincar com a língua, barulhos, repetição de sílabas/onomatopeias. Fazer ruídos com a boca (imitando o barulho do beijo, som do índio, imitar animais, estalar língua e etc.);

    Atividades para aprimoramento da visão - esconder e encontrar objetos, uso do espelho (ver a si e ao outro);

    Atividades para aprimoramento do tato e noção de texturas e temperatura - tinta. Dobrar e amassar papéis (modificar formas dos objetos). Massinha;

    Atividades para aprimoramento do conceito de semelhanças e diferenças - comparar objetos quanto à forma, tamanho e cor. Observar fotos e revistas (identificar objetos, pessoas e lugares);

    Historinhas com fantoches (estímulo da imaginação);

    Nesta fase as crianças têm o primeiro contato com diversos elementos que serão fundamentais na sua vida. É quando ela começa a reconhecer tipos de sons, padrões de cores e formas distintas.

    Atividades para estimular o raciocínio e a noção de diferentes formas - jogos de encaixe: pular, saltar, subir e descer. Trabalhos com tinta, pincel, papel e outros materiais para que a criança explore sua coordenação, sons, texturas e cores;

     

    Atividades Extra Curriculares e Projetos:

    São organizados de forma que as crianças tenham desafios e propostas diversificadas que proporcionem a construção da sua autonomia e a expressão do seu conhecimento de mundo pela linguagem do brincar.

    • Psicomotricidade voltado para o desenvolvimento motor, afetivo e cognitivo das crianças; A Psicomotricidade incentiva a prática do movimento em todas as etapas da vida de uma criança, ajudando-a a adquirir conhecimento do mundo que a rodeia por meio do seu corpo, contribuindo para eliminar ou diminuir as dificuldades de aprendizagem, sendo necessário a utilização das funções motoras, perceptivas, afetivas e sócio motoras, pois assim a criança explora o ambiente, passa por experiências concretas indispensáveis ao seu desenvolvimento intelectual, e é capaz de tomar consciência de si mesma e do mundo que a cerca, além de valorizar a identidade própria e a autoestima dentro do grupo em que atua.

     

    • Musicalização como uma atividade extracurricular é trabalhada uma vez por semana; Atividade recreativa com ou sem manuseio de instrumentos musicais, pois quanto mais cedo a criança tiver contato com a música, melhor.  Por ser universal, a música é uma linguagem que utiliza o sentimento como a maior expressão do ser humano e, por isso, é incentivada em nosso espaço. Essa linguagem, musical, faz parte da cultura da criança por causa das canções de ninar e das brincadeiras. A iniciação musical estimula áreas do cérebro que vão beneficiar o desenvolvimento de outras linguagens. Realizar esse tipo de trabalho ajuda a melhorar a sensibilidade das crianças, a capacidade de concentração e a memória, trabalha o ritmo e a coordenação, trazendo benefícios ao processo de alfabetização e ao raciocínio matemático.

     

    • Contação de histórias – Um momento lúdico que tem como finalidade estimular a linguagem oral, a expressão gestual, criatividade e incentivo à leitura. Ao ouvir uma história, a criança desenvolve potencial crítico e o seu imaginário. A partir daí ela pode vivenciar o personagem, pensar, duvidar e questionar.  Trabalhado por meio de diversas obras literárias, ao final com atividades de releitura e criação.

     

    • Hora da brincadeira simbólica – Na Mini Vila Kids, propomos que as crianças vivenciem situações cotidianas, assumam papeis, personagens neste faz de conta e que possam entre si, expressar suas vivencias e conhecimentos relacionados ao assunto.

     

    RECOMENDAÇÕES BÁSICAS DO BERÇÁRIO

    Em toda organização existem NORMAS que precisam ser observadas para o bom desenvolvimento das atividades.

     

    Horário de funcionamento:

    Recomenda-se a observação da pontualidade no horário de entrada e saída. É importante que os horários sejam rigorosamente cumpridos, sendo assim os pais devem zelar para que o horário de entrada e saída seja cumprido corretamente, pois os atrasos habituais afetam a rotina e o desenvolvimento da criança. *** 15 minutos de tolerância na saída.

    Uniforme:

    É obrigatório o uso do uniforme completo inclusive por parte dos alunos do berçário durante todo o período de permanência na creche/berçário ou colégio.

    OBS: Todas as peças do uniforme deverão ser marcadas com o nome do aluno com caneta Acrilpen.

     

    Faltas:

    Sempre que a criança precisar faltar os pais ou responsáveis deverão entrar em contato com a creche e/ou colégio, para notificar o ocorrido e procurar saber informações sobre recados ou eventos que a família não tenha ficado a par devido à ausência da criança.

    Lembrete referente ao Contrato de Prestação de Serviços: O não comparecimento do aluno as atividades da creche e/ou escolares ora contratados não exime do pagamento, tendo em vista a disponibilidade do serviço colocado ao contratante.

     

    Doenças:

    Solicita-se aos responsáveis informar a creche e/ou colégio qualquer problema de saúde que seu filho possa ter, para melhor acompanhamento, e desde já, fica deverás proibida a presença do mesmo, quando portador de febre ou de doença infectocontagiosa, tais como sarampo, caxumba, catapora, rubéola, conjuntivite e outras, resguardando assim a saúde das outras crianças.

    No caso de a criança apresentar algum tipo de doença na creche, a direção comunicará imediatamente aos pais para que as devidas providências sejam tomadas. Em situações de emergência, não localizando os pais, a direção encaminhará a criança ao hospital indicado pelos pais, na agenda.

    No caso de os pais mandarem remédios, a professora/cuidadora somente dará o medicamento se estiver com a cópia da prescrição médica atualizada. Esta medida visa dar segurança às famílias e à creche.“Medicação somente com prescrição médica atualizada, favor não insistir.”

    OBS: Caso seja diagnosticada doença infecta contagiosa. Exige-se atestado médico para retorno à creche.

     

    Material de uso individual

    Será fornecida lista para os responsáveis;

    Os materiais de uso individual deverão ser repostos sempre que necessário;

    Deverá ter o nome da criança etiquetado, bordado ou escrito com tinta Acrilpen (para tecido);

    Objetos perdidos ou levados por engano: Devem ser entregues ou procurados na secretaria da creche.

    As toalhas deverão ser devolvidas aos pais e/ou responsáveis as quartas-feiras e/ou sextas, conforme combinado, lembrando sempre que deverá ser reposta para uso da criança.

    Toalhas, Fraldas e objetos tais como: shampoo, sabonete, colônia etc., são individuais, não serão de forma nenhuma usado o de uma criança em outra, portanto verifique sempre a necessidade da reposição desse material na agenda do seu filho.

     

    Liberação dos alunos com terceiros:

    A creche ou colégio, deverá ser avisada com antecedência através da agenda ou via telefone e a pessoa que irá buscar a criança, deverá apresentar a Carteira de identidade e aguardar a verificação e resposta afirmativa ou negativa da saída da criança na secretaria.

    Recomenda-se que somente em caso de extrema necessidade a criança seja retirada da creche ou do colégio antes do horário de saída.

    Exigimos a autorização por escrito e a gentileza de telefonema de um dos responsáveis para a confirmação.

     

    Endereço:

    É importante que números de telefones, celulares e-mails e endereços da residência e do trabalho dos pais e/ou responsáveis estejam sempre atualizados na secretaria.

     

    Período de Adaptação:

    Guardando as devidas proporções, a entrada da criança na creche pode ser comparada ao ato de nascer. Pais, crianças, berçaristas e auxiliares vão necessitar de um espaço de tempo para aproximarem-se, descobrirem-se, conquistarem-se.

    A esse tempo dá-se o nome de “período de adaptação”. A adaptação da criança é uma fase importantíssima, em que o menor necessita receber de todos, uma atenção especial. O período de adaptação varia de criança para criança, de acordo com o grau de confiança que os pais depositarem na sua capacidade de libertar-se e na capacidade da equipe da creche ou do colégio de amá-la e protegê-la. Recomenda-se aos pais e/ou responsáveis que, no período de adaptação:

    Não insistam em ficar dentro da creche com o seu filho (a) por algum período para a realização da adaptação, não trabalhamos desta forma, assim só torna a adaptação da criança ainda mais difícil visto que ela não aceitará trocar o colo dos responsáveis por um colo desconhecido; e as outras crianças terão sua rotina modificada e poderão chorar assustando as demais;

    Fique tranquilo e passe isso a criança, caso tenha vontade de chorar, não o faça na frente de seu filho (a);

    Nos primeiros 15 dias se possível buscar a criança mais cedo e ir aumentando esse tempo de forma gradativa para não deixar a criança se sentindo desamparada pelos pais e/ou responsáveis, exemplo: se o horário dela é de 07:00 da manhã às 13:00 da tarde, busque a na primeira semana às 10:00 e vai ampliando esse tempo de forma a tornar o período de adaptação mais tranquilo;

    É importante que a criança crie vínculos com todos os auxiliares, cuidadoras e professora, para que na impossibilidade de alguém atendê-la em determinado momento ela não tenha receio das outras funcionárias aceitando-as bem.

    Mesmo após realizada a adaptação é normal que a criança tenha algumas recaídas, mas tranquilize-se estaremos sempre prontas para dar um colinho e carinho a nossas crianças; 

    Observem rigorosamente o horário de entrada e saída do aluno, desde o 1º dia de aula ou na creche conforme solicitado, evitando atrasos;

    Quando precisarem atrasar em relação a saída da criança que comuniquem o fato a creche, para que a criança seja avisada, tranquilizada quando possível, cuidando assim para que a mesma não se sinta abandonada ou esquecida;

    Não forcem a criança cumprimentar a tia ou a professora, pois ela não a conhece ainda. Deixem que a berçarista, auxiliares e professora cativem aos poucos a criança. A troca de afetos acontecerá naturalmente e no tempo de cada criança;

    Não se mostrem aflitos e angustiados quando a criança chorar, negar-se a entrar ou não quiser se aproximar de ninguém. A berçarista, auxiliar e professora num melhor momento chegará até a criança para dar-lhe atenção e estimulá-la a participar das atividades é necessário que os responsáveis confiem na creche e no colégio;

    Falem bem da creche, do colégio, das berçaristas, auxiliares e professora para seu filho, procure fazer perguntas construtivas e motivadoras;

    Tenha bastante paciência, compreensão e calma.

     

    Objetos de valor:

    Solicitamos aos pais e responsáveis que evitem enviar seu (a) filho (a) com algum objeto de valor, tais como pulseira, cordão (são peças frágeis, fácil de arrebentar, soltar e perder), ou brinquedos caros; não nos responsabilizamos pela perda caso isso aconteça. Nossa prioridade é o cuidado com as crianças.

     

    Lanche:

    Para alunos da creche o lanche é oferecido pela mesma e será enviado ao colégio quando for necessário (caso a criança também esteja frequentando aulas no colégio), conforme o período da criança ou o combinado entre as partes.